22/11/2019

10:59

Custo de produção de frango e suínos bate recorde

“O índice que mede o custo de produção de frangos, ICPFrango, subiu 2,74% em outubro”

Os custos de produção de frangos e suínos atingiram os maiores valores do ano de 2019, segundo informações divulgadas pela Central de Inteligência de Aves e Suínos (Cias) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). De acordo com informações da CarneTec Brasil, as altas estão acima de 2% em relação ao registrado em setembro.

“O índice que mede o custo de produção de frangos, ICPFrango, subiu 2,74% em outubro, para 228,62 pontos, no terceiro mês consecutivo de alta. O índice tem alta de 4,86% nos dez primeiros meses do ano. Já o ICPSuíno aumentou 2,17%, para 226,51 pontos, e acumula alta de 3,30% em 2019. O preço do quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina estava em R$ 3,96 em outubro, o maior valor do ano”, indicou o portal especializado.

Além disso, a alta nos custos de produção em outubro foi impactada principalmente pelo aumento nos custos de nutrição que, no caso do frango, subiu 3,44%, e do suíno, teve alta de 2,08%. “O ICPSuíno vinha mantendo relativa estabilidade desde julho antes da alta no mês passado. Já o ICPFrango tem subido todos os meses desde julho”, completa.

Segundo a Embrapa, Santa Catarina e Paraná são usados como estados referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente. No caso do ICPFrango, os custos da nutrição subiram 3,44% em outubro, fazendo com que o índice só não fosse maior pela baixa no valor de aquisição dos pintos de um dia (-0,83%)”, explica o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicado (Cepea) no levantamento.

 

Fonte: Agrolink

Deixe seu comentário

Economia